quarta-feira, 11 de novembro de 2009

"Poema Genial" Clarice Lispector


Não te amo mais.
Estarei mentindo dizendo que
Ainda te quero como sempre quis.
Tenho certeza que
Nada foi em vão.
Sinto dentro de mim que
Você não significa nada.
Não poderia dizer jamais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase
EU TE AMO!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade
É tarde demais...

(Para visualizar a genialidade, a criatividade e a grande declaração de amor que é o Poema Genial, basta lê-lo de baixo para cima)

sábado, 7 de novembro de 2009

Música Maravilhosa!!! Com tradução!

video

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Como esquecer ou superar a perda de um grande amor?!


Desde o término de meu namoro, tenho lido muito sobre "dicas" e "atitudes" que devemos tomar para tentar superar esse fim ...
São inúmeros sites, blogs, perguntas à psicólogos, enfim, uma infinidade de "materiais" que podemos encontrar na internet.
Muitos chamaram minha atenção e fizeram com que eu começasse a refletir sobre o tema.
Lembrei-me de uma frase de Neruda: "tão curto o amor, tão longo o esquecimento". É tão fácil amar, ter uma pessoa ao seu lado, senti-la, acaricia-la, mas esquecer ... Ah ... Esquecer me parece impossível, me parece inaceitável ... Como podemos esquecer aquela pessoa com a qual passamos momentos maravilhosos, viagens, passeios, aventuras ... Até mesmo momentos ruins, como brigas, os desencontros, os choques de personalidades ... Porém os NOSSOS momentos eram muitos, que nos fizeram crescer, nos conhecer e nos amar ainda mais ...
Bem, muitos dizem que sempre uma das partes ama mais ... Não pensava assim, acreditava que não podiamos julgar a medida de que o outro nos ama ... No entanto, quando o "Eu te amo", Transformou-se em um "Chega, não quero mais. Me esqueça", nesse dia eu começei a crer nessa hipótese. Assim como também acredito que uma das partes sempre sofre mais com o fim, óbvio que aquela que mais amou ... No meu caso, eu!
Mas voltando aos textos da internet, com apenas uma busca no Google, encontramos uma infinidade de "dicas" para esquecer um grande amor, um amor impossível, esquecer um amor de infância, um primeiro, segundo, terceiro amor ... NOSSA ... São tantos amores assim para se esquecer?
As "dicas" começam sempre com atear fogo em todos os presentes recebidos, fotos e cartas. Para que você não fique remoendo a dor e relembrando os momentos felizes retradados nas fotos onde ambos parecem felizes e apaixonados. Depois, deve-se Evitar ouvir músicas românticas que tenham as palavras "Você", "Amor", "Pra sempre". Também o abandonado "DEVE se ocupar de todas as formas, para que não fique pensando, lembrando e sofrendo:" Mente vazia, oficina do Diabo ". Outra dica, se não a mais importante, é não correr atrás de seu ex-amor, quanto mais o fizer será pior, já que sempre se sentira péssima depois, porque ele a tratará com indiferança e frieza, e pensará: Poxa, essa menina não se Toca?
Ah, me lembrei de mais uma ... Após o término de um relacionamento, nós mulheres costumamos nos sentir o pior dos seres, com a auto estima em um precipício ... Dizem que isso é normal ... Mas que devemos nos levantar e olhar no espelho para ver o quão somos lindas e que se um não quer, tem quem queira ...
Temos que dar tempo ao tempo que tudo se supera ... Esse tal de tempo eu acho que mora muito longe e está vindo à cavalo, já que peço todos os dias para que chegue e acabe de uma vez com toda essa sensação de perda, de tristeza, de solidão e desamor...
Não concordo com muitas destas e outras dicas que li ... Acredito que não é querendo esquecer que se esquece, não é querendo odiar que se odeia, não é querendo amar que se ama... Na verdade não acho que se exista um certo e um errado para isso ... Todos temos que passar por esse processo de transição, sofrer, chorar, sentir aquela saudade que sufoca e parece que vai acabar com você ... E ter em mente que é apenas uma fase, e que como todas, ela passa... ou não? Eu não sei ... Você sabe? (continua...)

Template by:

Free Blog Templates